Iniciativa Verde participa de programa para recuperar matas ciliares do Sistema Cantareira

Iniciativa Verde participa de programa para recuperar matas ciliares do Sistema Cantareira

Categoria(s): Arquivo

Publicado em 09/06/2015

A Iniciativa Verde e a empresa Da Serra Reflorestamento concluíram o plantio das 6.664 mudas de espécies nativas da Mata Atlântica em quatro hectares localizados no sítio Santo Antônio, na cidade de Joanópolis, interior de São Paulo. Na quarta-feira (dia 3), a propriedade da dona Osmarina e do seu Acácio recebeu diversas autoridades, entre elas, o governador do estado, Geraldo Alckmin, e a secretária do Meio Ambiente, Patrícia Iglecias. Eles fizeram o plantio de mudas nativas no terreno do sítio do casal no entorno de uma nascente contribuinte do Ribeirão Correnteza que abastece a cidade de Joanópolis, localizado perto de Atibaia (SP).

O projeto da Iniciativa Verde foi o primeiro a ser aprovado e implementado no formato de conversão de compensações para a terceira frente de trabalho do Programa Nascentes do governo do Estado de São Paulo. Este busca recuperar 20 mil hectares de matas ciliares ao longo de seis mil quilômetros de cursos de água.

Os recursos para esse plantio vieram de compensação ambiental prevista no Termo de Compromisso de Recuperação Ambiental (TCRA) assinado com a Concessionária Move São Paulo, responsável pela construção da Linha 6 – Laranja do Metrô. O projeto de recuperação foi elaborado e supervisionado pela Iniciativa Verde e a execução do plantio pela Da Serra Reflorestamento.

 

Alckmin plantou uma muda de aroreira-pimenteira. O governador de São Paulo destacou a importância do projeto para recuperar o Sistema Cantareira e contribuir para minimizar os problemas da crise hídrica que afeta o estado. "Estamos dando mais um passo no Programa Nascentes aqui em Joanópolis, no Sítio Santo Antônio, recompondo mata nativa para preservar e recuperar nascentes, córregos, rios e o meio ambiente", disse o governador Geraldo Alckmin. 

As mudas de espécies diversas como tamanqueiro, sangra-d´água, uvaia, capixingui, tamanqueiro, jatobá, açoita-cavalo, araucária, embaúba e cedro-rosa foram produzidas nos viveiros da ONG Copaíba, de Socorro, e da Penitenciária “Dr. Antônio de Souza Neto”, de Sorocaba.

Joanópolis faz parte da Bacia Hidrográfica dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí (PCJ). Esta região é considerada uma das áreas prioritárias do Programa Nascentes. Ela contribui para abastecer o Sistema Cantareira que fornece água para a Região Metropolitana de São Paulo. As nascentes localizadas no sítio Santo Antônio alimentam o Ribeirão Correnteza, depois o Ribeirão do Can Can que, por fim, deságua no Rio da Cachoeira, um importante afluente do Rio Atibaia.

Para o diretor florestal da Iniciativa Verde, Pedro Barral, responsável pelo plantio: “Esse plantio é importante, pois compensa impactos causados na cidade de São Paulo em uma área de relevância direta para o funcionamento da macrometrópole paulista, o Sistema Cantareira“. Segundo ele, novos projetos como esse serão realizados em breve. “A Iniciativa Verde continua o trabalho de prospecção de áreas para recuperação, cadastrando áreas e proprietários interessados e compromissados em receber árvores na sua propriedade“, afirma Barral.

Foto: A2img / Ciete Silvério

 

 

 

  • 699 Hectares Reflorestados
  • 114.267 Toneladas de CO² compensados
  • 916 Empresas