Iniciativa Verde apresenta projeto de "pegada hídrica" de município no 8º Fórum Mundial da Água

Iniciativa Verde apresenta projeto de "pegada hídrica" de município no 8º Fórum Mundial da Água

Categoria(s): Arquivo

Publicado em 19/03/2018

A Iniciativa Verde, organização especializada em recomposição florestal e na melhoria dos serviços ambientais como biodiversidade, água e qualidade do ar, aproveita o espaço privilegiado proporcionado pelo Fórum Mundial da Água (Brasília, de 18 a 23 de março) para apresentar um projeto inovador de avaliar a gestão de água e o risco hídrico em municípios brasileiros.

O projeto da "pegada hídrica" de Extrema-MG é uma parceria entre a Iniciativa Verde, a startup H2O Company, empresa de consultoria especializada em promover gestão para sustentabilidade, e a Secretaria de Meio Ambiente municipal.

“O objetivo em aderir a ferramenta da Pegada Hídrica para a gestão sustentável da água é criar um ciclo altamente sustentável com a atuação das empresas e da indústria”, ressalta o Secretário do Meio Ambiente de Extrema, Paulo Henrique Pereira. Segundo ele, esse novo projeto reforça ainda mais a posição do município de Extrema como uma referência em sustentabilidade. “Essa nova solução complementa o projeto “Conservador das Águas”, viabilizado com recurso do PSA (Pagamento por Serviços Ambientais) o que garantiu que os produtores rurais pudessem manter preservadas as margens de rios, nascentes e topos de morro”, comenta.

O plano é identificar os pontos críticos de utilização de água no município, permitindo que sejam tomadas estratégias para um uso mais sustentável da água. Em Extrema foram analisados quatro setores: o industrial, para o uso, eficiência e tratamento de efluentes industriais; o municipal em escolas e hospitais; o agrícola por meio da irrigação; e o saneamento para uma melhor distribuição de água e tratamento de esgoto.
“Para melhorar a eficiência hídrica a H2O desenvolveu uma metodologia capaz de entender como os principais setores do município fazem uso da água. Foi disponibilizado gratuitamente para todas as indústrias alocadas na região um sistema de Gestão online chamado de ARCA. A ideia é que essas empresas possam avaliar a sua gestão de água e avaliar seu risco hídrico”, esclarece Claudio Bicudo, CEO da H2O Company.

Para Lucas Pereira, diretor da Iniciativa Verde, que está no Fórum para falar sobre projeto, ele contribui para a melhoria dos serviços ambientais como biodiversidade, água e qualidade do ar. “A Pegada Hídrica é uma ferramenta que possibilita uma visão ampla e real sobre o consumo de água no município. Este diagnóstico é fundamental para que sejam tomadas medidas e criadas políticas para uma melhor utilização da água”, explica.

O projeto está exposto no Fórum Cidadão, um espaço para diálogo e para tentar construir políticas públicas para o manejo de recursos hídricos. É uma oportunidade para troca de experiência e de soluções que os países encontraram para seus problemas.
 

Serviço
8º Fórum Mundial da Água
Data: de 18 a 23 de março
Local: Centro de Convenções Ulysses Guimarães - Setor de Divulgação Cultural 05, Eixo Monumental, Brasília
www.worldwaterforum8.org

Sobre o 8º Fórum
O Fórum Mundial da Água, organizado pelo Conselho Mundial da Água, é o maior evento global sobre o tema. Tem como objetivo contribuir para o diálogo no processo decisório sobre a questão em nível global, buscando o uso racional e sustentável desse recurso. O 8º Fórum Mundial da Água tem mais de 200 debates e sessões programados sobre diversos assuntos relacionados à água. Acontece de 18 a 23 de março, em Brasília (DF).

É uma iniciativa do Conselho Mundial da Água, uma organização internacional com sede em Marselha, na França, composta por representantes de governos, academia, sociedade civil, empresas e organizações não governamentais, formando um significativo espectro de instituições relacionadas com o tema água. Atualmente, o Conselho é presidido pelo brasileiro Benedito Braga, secretário de Saneamento e Recursos Hídricos do Estado de São Paulo.

No Brasil, o Fórum é organizado pelo Conselho Mundial da Água (WWC), pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA), representado pela Agência Nacional das Águas (ANA), e pelo Governo do Distrito Federal, representado pela Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento do Distrito Federal (Adasa).
 

  • 699 Hectares Reflorestados
  • 114.267 Toneladas de CO² compensados
  • 916 Empresas